NOTÍCIAS

NOVIDADES SOBRE A EMDEF E SUA ATUAÇÃO

Secretaria de Ação Social mantém campanha contra esmolas

Atuando em frentes de conscientização e de assistência social, a secretaria municipal de Ação Social contabiliza os primeiros resultados da campanha "Não Dê Esmola – Um Não que Transforma". As ações, realizadas diariamente pelas ruas da cidade, abrangem entrega de folhetos da campanha, abordagens e entrevistas com os moradores em situação de rua, oferecendo a eles, quando de outras cidades, a possibilidade de retorno à sua cidade de origem ou encaminhamento para entidades assistenciais, instituições de tratamento a dependentes químicos. O esforço social, que envolve também o Centro de Triagem e Apoio ao Migrante, unidade instalada no Terminal Rodoviário do Jardim América, possibilitou que mais de 50 moradores de rua retornassem, voluntariamente, para suas cidades.

Segundo a secretaria de Ação Social, houve casos de pessoas que vieram de São Luiz do Maranhão e depois da conversa com os assistentes sociais aceitaram o auxílio para voltarem ao local de origem.

Os responsáveis ressaltam que tudo vem sendo feito com muito cuidado e respeitando sempre a vontade de cada cidadão. Nada é forçado, as decisões são espontâneas e a Prefeitura apenas está auxiliando para que as pessoas possam viajar, fornecendo as passagens e orientações gerais. O secretário de Ação Social Vanderlei Martins Tristão reforça o apelo à população para que se mantenha firme no propósito de não dar esmolas, pois isso as incentiva a buscar apoio nos serviços sociais que o município oferece.

Para dependentes químicos que desejam se tratar, é oferecido suporte e local de recuperação. No Centro de Apoio ao Migrante, havendo necessidade, os migrantes desamparados também recebem orientações sobre retirada de documentos, com opções de realizarem cursos de qualificação, de modo a serem inseridos no mercado de trabalho e no convívio social.

http://www.franca.sp.gov.br/portal/noticias/acao-s...


Postado por: emdef

Tags: Rodoviária

Centros de Inclusão Digital e de Apoio ao Migrante já estão em funcionamento na rodoviária

Com a presença do Prefeito Gilson de Souza, do secretário de Ação Social Vanderlei Tristão, dos vereadores Pastor Otávio, Arroizinho e Nirley de Souza, do presidente da Emdef Marcos Haber, familiares do homenageado Carlos Eduardo Neves Mendes, que empresta nome ao programa dos Centros de Inclusão Digital, entre outras autoridades e convidados, foram inaugurados, no sábado 7, e já estão em funcionamento, os Centros de Inclusão Digital e de Apoio ao Migrante localizados na rodoviária do Jardim América.

O Centro de Inclusão Digital da rodoviária é o primeiro de 10 que serão instalados em Centros Comunitários do município e instituições parceiras, para treinar os primeiros passos de jovens e adultos que não tiveram ainda a oportunidade de aprenderem sobre tecnologia da informação e utilização da internet para trabalho e educação.

O Centro de Apoio ao Migrante servirá como primeiro ponto de apoio social para quem chega na cidade sem lugar para ficar ou trabalho definido.

Ambos centros são ações socioeducativas do Governo Municipal, através da secretaria de Ação Social, e no caso da rodoviária, contou com a colaboração das equipes da Emdef, empresa municipal que administra o local.

As inscrições para as aulas de tecnologia no Centro Digital da rodoviária já estão abertas e podem ser feitas no próprio local, de segunda a sexta-feira, das 9h às 14h, ou na secretaria da Ação Social, das 8h às 17h, na Av. Champagnat, 1750, Centro.

Mais informações pelo telefone (16) 3711-9302.


http://www.franca.sp.gov.br/portal/noticias/acao-s...


Postado por: emdef

Tags: Rodoviária

Prefeitura de Franca inaugura Centros Digital e do Migrante neste sábado

O Governo Municipal inaugura neste sábado (07/10/2017), em solenidade com início às 10h, dois importantes centros de apoio social e educativo, localizados no Terminal Rodoviário do Jardim América. Um deles é o Centro de Inclusão Digital, que tem como objetivo ensinar jovens e adultos a darem seus primeiros passos no mundo da tecnologia da informação, via internet. O outro é o Centro de Apoio ao Migrante, voltado a acolher, cadastrar e fornecer suporte e orientações para as pessoas que desembarcam na cidade sem destino certo.

As estruturas físicas aproveitam instalações já existentes na rodoviária e envolvem trabalho conjunto da secretaria municipal de Ação Social e a Emdef (Empresa Municipal para o Desenvolvimento de Franca), administradora do Terminal.

Centro de Inclusão Digital

O Centro de Inclusão Digital receberá o nome do jovem Carlos Eduardo Neves Mendes, nascido em 1984 e falecido em março de 2004, aos 20 anos, vítima de acidente de moto na rodovia Cândido Portinari. Está equipado com 10 computadores – Desk Top –, e contará com professor responsável pelas aulas, abrangendo, num primeiro momento, o nível básico de instruções para, gradativamente, avançar de acordo com a evolução do aprendizado dos alunos. As aulas são gratuitas e as inscrições estarão abertas a partir da inauguração e poderão ser feitas no próprio local. Essa é a primeira de outras estruturas idênticas, num total de 10 previstas, que serão instaladas em pontos estratégicos da cidade, em parcerias com Associações sem fins lucrativos, Instituições e Centros Comunitários. Detalhes e exigências para as inscrições serão transmitidas durante a cerimônia de inauguração.

Centro de Apoio ao Migrante

O Centro de Apoio ao Migrante contará com assistente social para recepcionar e orientar pessoas que chegam de outros locais sem destino certo. O propósito é social e visa contribuir com a redução do número de pessoas em situação de rua na cidade, pois, na medida que pessoas e famílias chegarem sem opções de abrigo, trabalho e apoio familiar ou de amigos, serão demovidas a permanecerem no município. Em situações em que há condições de acolhimento, a profissional responsável fará o encaminhamento adequado.

Mais informações pelo telefone (16) 3711-9302, na secretaria de Ação Social.


http://www.franca.sp.gov.br/portal/noticias/acao-s...


Postado por: emdef

Tags: Rodoviária

Prefeitura de Franca inaugura Centro Digital na Rodoviária

O Governo Municipal tem dado atenção especial à áreas fundamentais do conhecimento. Nesse sentido, irá inaugurar no próximo sábado, 30 de setembro de 2017, a partir das 10h, uma das 10 unidades previstas para a cidade dos Centros de Inclusão Digital. Localizada no Terminal Rodoviário 'Antônio Pereira Lima', no Jardim América, a unidade é fruto de ação integrada da secretaria municipal de Ação Social e a Emdef (Empresa Municipal para o Desenvolvimento de Franca), que administra o terminal rodoviário.

Os Centros de Inclusão Digital, como o próprio nome já diz, têm o propósito de incluir no mundo da tecnologia, baseada na rede mundial de comunicação, a Internet, pessoas que estão à margem da revolução tecnológica, que vem transformando as relações de trabalho e de convivência social.

O Centro, que já está com 10 computadores instalados e conta com um professor, que será responsável para dar as primeiras noções de informática aos alunos, receberá o nome do jovem Carlos Eduardo Neves Mendes, nascido em 1984 e falecido em março de 2004, aos 20 anos de idade, vítima de acidente de moto na rodovia Cândido Portinari.

As aulas serão gratuitas e as inscrições terão início de outubro, através da Central de Cursos da prefeitura.

Para a instalação de outras unidades, o Governo Municipal busca parcerias com associações, instituições e Centros Comunitários.

Mais informações pelo telefone 3711-9302, na secretaria de Ação Social.

http://www.franca.sp.gov.br/portal/noticias/acao-s...


Postado por: emdef

Tags: Rodoviária

Rodoviária de Franca terá Centro de Apoio e Triagem de população migrante

Com o intuito de aprimorar o controle da população migrante e em situação de rua em Franca, a secretaria municipal de Ação Social anunciou, para breve, a instalação de um Centro de Apoio e Triagem no Terminal Rodoviário do Jardim América – Rodoviária de Franca. A notícia foi transmitida pelo secretário da pasta Vanderlei Martins Tristão. Segundo Tristão, os contatos com Marcos André Haber, presidente da Emdef, empresa que faz a administração do local, já foram iniciados.

Norteada pela valorização do aspecto social e respeito ao cidadão, a secretaria de Ação Social pretende iniciar, a partir do local, um efetivo controle da população oriunda de outros centros, que muitas vezes desembarca na cidade sem nenhum suporte ou objetivo definido. O Centro de Apoio contará com profissional habilitado para acolher os migrantes e fornecer informações sobre a cidade, apoio social básico, orientações e, quando for o caso, convencer o viajante de que o melhor para ele é voltar ao lugar de destino ou para centros onde tenha parentes e amigos para recebê-lo e apoiá-lo.

Segundo o secretário de Ação Social, o local dentro do Terminal Rodoviário já foi escolhido e equipado, e os profissionais que formarão as equipes de atendimento já estão sendo preparados. Aliado ao programa "Busca Ativa", o Centro de Apoio e Triagem fará o acompanhamento de quem chega na cidade sem um objetivo claro, local de hospedagem e trabalho definidos, contribuindo para que novas ações de controle da população migrante sejam implementadas.


http://www.franca.sp.gov.br/portal/noticias/acao-s...

Postado por: emdef

Tags: Rodoviária